São Paulo   /   Rua Sampaio Viana, 572, Paraíso   /   (11) 3051-2107

Nem todo processo de divórcio internacional é igual. Há questões importantes a serem esclarecidas antes que se possa dizer qual o correto caminho para sua realização, entre elas: as nacionalidades das partes, o país onde o casamento foi celebrado, se houve validação de casamento estrangeiro no Brasil, se o antigo casal possui filhos menores de idade, se divórcio será amigável ou até mesmo se um divórcio já foi realizado em país estrangeiro, cabendo agora apenas sua averbação no Brasil.

Brasileiros Casados no Brasil

Quando as partes que desejam se divorciar são brasileiras e casaram-se no Brasil, 

Direitos Sucessórios:

Apesar de também discutir o patrimônio, os Direitos Sucessórios recebem categoria própria em razão do vasto conjunto de normas específicas que disciplina a transferência de bens e direitos aos herdeiros ante o falecimento do titular.

Com frequência, a destinação desse patrimônio é organizada ainda em vida por meio do planejamento sucessório, garantindo que aquio que fora conquistado ao longo de uma vida - muitas vezes em gerações - será devidamente administrada e continuará a servir como base para a prosperidade dos membros daquela família.

Em outros casos, o patrimônio é partilhado entre os herdeiros legais por meio de processo judicial, o inventário.

Tanto no planejamento sucessório quanto no inventário, é fundamental a experiência e conhecimento do advogado quanto à correta divisão dos quinhões hereditários, sendo muitas vezes esta uma atividade complexa em razão de diversos fatores como grau de parentesco, relação matrimonial ou união estável, filhos não reconhecidos, antecipação de herança, entre outros.

Direitos Individuais

Aqui encontram-se todos aqueles direitos originados da relação familiar, que dizem respeito à dignidade da pessoa humana.

Entre eles, encontramos o reconhecimento da paternidade biológica ou socioafetiva, a adoção, a proteção da mulher em casos de violência doméstica, a guarda dos filhos e o direito de convivência dos pais, a pensão alimentícia, a mudança de nome, a mudança de gênero, a interdição de incapazes, entre tantos outros temas de elevada importância dentro do Direito de Família.

Questões que exigem do advogado dedicação e sensibilidade, pois, apesar de não possuírem um valor financeiro, representam muitas vezes o que há de maior importância na vida daquela pessoa.